DEPOIMENTOS

Willis NANA, CONSULTOR DE BUSINESS INTELLIGENCE – KEYRUS CANADÁ

Em que ano você foi recrutado pela Keyrus?

Entrei para Keyrus em Abril de 2012 com um estágio para terminar os meus estudos. O estágio foi bem, então foi recrutado como consultor de BI.

Qual é a sua posição na Keyrus?

Eu sou um consultor de Business Intelligence, especializado em tecnologias Microsoft.

O que o seu trabalho diário consiste?

O meu trabalho consiste em resolver as questões problemáticas que eu encontro com meus diversos clientes, desde a modelagem, através da administração de banco de dados e relatórios. Como especialista em ferramentas Microsoft, eu trabalho em tecnologias Sharepoint ou SQL Server. Sou uma pessoa curiosa e ansiosa para descobrir outras tecnologias. Minha missão atual é com um fabricante de automóveis francês onde eu melhorei um aplicativo para monitorar a qualidade das peças do veículo fornecidas por fornecedores.

A sua posição evoluiu desde que você se juntou a Keyrus? Se sim, como?

Desde que me juntei a Keyrus como estagiário, tenho evoluído naturalmente. Adquiri experiência técnica permitindo-me resolver as muitas questões problemáticas encontradas com os meus clientes. Eu também ganhei independência e confiança, através das várias tarefas que tenho realizado.

Qual era o seu objetivo em se juntar a Keyrus?

Eu escolhi o Grupo Keyrus pela sua dimensão internacional. Tendo vivido em Londres, eu queria participar de uma empresa em que eu seria capaz de ganhar mais experiência no exterior. Um dos meus objetivos era viajar para um país que eu não conhecesse, então eu escolhi o Canadá. A Keyrus começava a se estabilizar em Montreal, então esta era uma oportunidade que eu não podia perder. Eu tinha uma série de entrevistas e meu pedido de expatriação foi validado.

Quais experiências adquiriu na Keyrus?

A Keyrus confiou em mim vários projetos e não hesita em fornecer aos seus funcionários júnior desafios. Sendo uma pessoa que gosta de um desafio, eu sei que posso contar com a equipe gerencial para ajustá-los para mim. Com a Keyrus, eu percebi que eu gosto de me ultrapassar.

O que você mais aprecia na Keyrus?

Profissionalmente, a Keyrus é uma empresa que ouve seus funcionários. Gerentes, vendedores e especialistas podem ser alcançados, se necessário. No nível humano, existe uma boa atmosfera. Mesmo alocado em um projeto, há noites sociais regulares para os funcionários, que são ideais para a construção de equipe e encontrar-se com outros "Keyrusians".

Quais são os cursos de educação / formação que você realizou?

Eu amo computadores desde que eu era muito jovem, então entrar em computação era óbvio para mim. Em primeiro lugar, eu obtive um "BTS" diploma em ciência da computação. Então, fui aceito na Universidade SUPINFO em Paris, que é onde eu decidi trabalhar no campo de Business Intelligence. Eu completei parte do meu curso SUPINFO em Londres.

Como foi a sua carreira antes de se juntar a Keyrus?

A Keyrus foi a minha primeira experiência de trabalho na área de Business Intelligence. Anteriormente, durante meus estudos, fiz muitos estágios, como assistente de Projeto com o Bureau Veritas, e como um administrador de rede e sistemas no Palais de Tokyo. Isso me deu uma boa visão geral dos vários postos de trabalho em TI.

Na sua opinião, como é que Keyrus se destaca de seus concorrentes?

Eu acho que a Keyrus gosta de se desafiar. A posição de cientista de dados, criado em colaboração com a Politécnica École, Orange e Thales, é um exemplo: eu acho esse tipo de iniciativa interessante.

Para resumir, juntar-se a Keyrus é ...

A Keyrus é uma empresa que acredita em seus colaboradores, confiando-lhes atribuições interessantes e motivadoras e dando-lhes os meios para continuar suas certificações de formação se assim o desejarem. A equipe de vendas e os gerentes nos ouvem . Entre dois projetos, eu aproveitei a oportunidade de concluir cursos de formação, obter certificações e acompanhar as evoluções tecnológicas. A Keyrus é bastante flexível nesse respeito.