10.06.16

Notícia de Imprensa

Keyrus auxilia o serviço de saúde digital na região da Ilha de França (GCS SESAN) na implementação da plataforma eCerveau, dedicada ao monitoramento e alertas de saúde

  • #Data Intelligence

Keyrus, um player internacional nas áreas de Data Intelligence, Digital, e Consultoria para a gestão e transformação das empresas, está ajudando o GCS SESAN, Serviço de Saúde Digital na região de Ile-de-France-FR, na implementação da plataforma eCerveau. Este é um novo sistema regional para apoiar a tomada de decisões e fornecer monitoramento em tempo real da atividade dos serviços de emergência, a fim de antecipar e gerir situações de tensão de forma tão eficaz quanto possível. Em serviço desde setembro de 2015, a plataforma destina-se a profissionais de saúde aprovados e também está disponível através de um aplicativo móvel, o primeiro aplicativo do tipo na França.

 

 

Um projeto com questões importantes para a saúde pública

Em 2012, o GCS SESAN decidiu melhorar as ferramentas que controlavam o seu sistema de monitoramento desde 2004, além de lançar uma versão mobile. Após um concurso público, a implementação do projeto foi confiada à Keyrus, selecionados por sua expertise no campo da saúde, o seu domínio das tecnologias escolhidas (IBM Datastage/ Cognos /SPSS /DB2 e Liferay), e sua experiência em larga-escala na gestão de projetos de inteligência de dados.

"eCerveau foi criado após o dramático incidente da onda de calor no verão de 2003", explica o doutor François Dolveck, Diretor Médico do GCS SESAN, região de Île-de-France e também Diretor do Samu 77 (serviços de emergência em 77 município de Sena -et-Marne) e do departamento de emergência de Melun Hospital. "Durante essa crise de saúde os serviços de emergência estavam sobrecarregados, o que deixou claro que as ferramentas à nossa disposição eram inadequadas. Esta reformulação foi planejada para nos dar maior poder de realizar cálculos e análises, um nível mais avançado de automação, e acesso móvel a informações que nos permitem monitorar constantemente a atividade de serviços de emergência e, portanto, ser capaz de reagir tão cedo quanto possível em situações de tensão ou crises".

Incorporando um centro dedicado ao setor da saúde em todo o país e que tem mais de cinquenta consultores e especialistas, a Keyrus possui know-how que tem sido reconhecido por mais de 15 anos, através de seus projetos de trabalho com os hospitais, o Ministério da Saúde, agências de saúde e agrupamentos públicos.

"A extensão das competências da Keyrus e sua natureza complementar foram fundamentais para o sucesso deste projeto. Além do trabalho de nossos desenvolvedores que conceberam o núcleo da solução, nossos especialistas digitais também foram envolvidos na concepção do site e criação do aplicativo móvel. Já nossos analistas de dados trabalharam com a inserção do componente de análise preditiva, tornando possível detectar períodos em que os departamentos de emergência estavam superlotados ", declara Cédric Aubin, Diretor Consultor responsável pela área de Saúde e oferta de Serviços Sociais da Keyrus.

 

Uma visão dinâmica e detalhada da atividade dos serviços de emergência

Combinando BI padrão, análise em tempo real e análise preditiva, a nova plataforma existe como um site na internet e um aplicativo móvel dedicado: nesses dois meios de comunicação, painéis de resumo detalhados e atuais de recursos hospitalares da região e monitoramento de saúde de informação na forma de relatórios gráficos e dinâmica de mapeamento, permitindo que os usuários interpretem imediatamente as informações.

eCerveau centraliza informações essenciais, tais como a disponibilidade de camas, dados sobre a atividade dos serviços de emergência, e dados detalhados sobre os níveis de ocupação dos departamentos de emergência: número de pacientes presentes no departamento, salas de espera, as baias de exame, sala de estabilização, etc. Essas informações "em tempo real" tornam possível gerenciar os recursos de cada departamento de emergência com muito rigor e direcionar e atender aos pacientes de uma forma completa durante períodos de tensão ou crise.

"Na época dos ataques terroristas em Paris em novembro de 2015, a aplicação eCerveau nos permitiu saber rapidamente para onde enviar os pacientes que não estavam em risco de vida. Utilizamos para verificar taxas de ocupação e direcionar os pacientes para centros de emergência que tinham a capacidade de recebê-los", explica o doutor François Dolveck.

A aplicação móvel eCerveau para iOS e Android é a primeira na França. Em de 15 de Março de 2016 tinha cerca de 170 usuários selecionados para testar o sistema antes de ser estendido a toda a população que poderá ser atendida, o que representa milhares de usuários. "O feedback dos usuários no site e na aplicação é excelente. Todos dizem que eles estão muito impressionados, tanto pela simplicidade de utilização como pela possibilidade de acesso a informações que não tinham anteriormente", declara François Dolveck.

 

Uma plataforma de interesse para outras regiões

Embora eCerveau seja focado em uma única região, as ferramentas e aplicações implementadas pelo GCS SESAN e a Keyrus como parte deste projeto são claramente de interesse para algumas outras regiões, se não todas. "Uma distribuição para outras regiões foi um pedido desde a fase de design da plataforma, e sua intenção é que estas regiões se beneficiem destas realizações na forma de um pacote oferecido sem custo extra, o que é normal, uma vez que é dinheiro público ", sublinha François Dolveck.