GESTÃO E TRANSFORMAÇÃO

Agilidade e Digital - dois fatores de desempenho essenciais para todos os setores de atividade


A “revolução digital” está atualmente colocando as empresas no coração de um era em que devem sofrer grandes transformações para se adaptar às mudanças no seu ambiente.

É agora imperativo para as organizações desenvolverem suas capacidades de inovar para acelerar o seu tempo de mercado, e isso está causando uma reviravolta de seus limites tradicionais e posicionamento de empresas líderes. Como consequência, os departamentos de negócios estão trabalhando juntos de uma forma mais transversal para criar valor e habilitar a empresa a se destacar em um mercado cada vez mais competitivo.

Frente à sua própria complexidade crescente e um número crescente de projetos, as empresas devem pensar no futuro e agir cada vez mais rapidamente, com uma dupla exigência:


  • Para terem disponíveis novas habilidades relacionadas à economia digital e mobilizar recursos em diferentes projetos com eficiência
  • Para gerir o seu desempenho, a fim de assegurar que ações operacionais da sua estratégia sejam implantadas de forma eficaz, e que objetivos definidos sejam devidamente alcançados.

Ajudando os clientes a atenderem suas crescentes necessidades de rápida transformação, desenvolvendo suas agilidades e acelerando a utilização do Digital.

A empresa deve repensar seu ecossistema de parceiros para estimular a inovação

Foi-se o tempo em que a inovação era a prerrogativa de um departamento de R & D funcionando como uma unidade autossuficiente na empresa. O modelo “montado", que deslocou parte de inovação dos produtores industriais para os seus fornecedores e subcontratados não teve vida longa também. Inovação agora anda de mãos dadas com Digital. Novos players deste mundo estão indo para além das cadeias de valor tradicionais e impondo novos modelos. Desta forma, Inovação aberta leva rivais de ontem a cooperar através da troca de suas informações. Além disso, a mudança de modelos econômicos no sentido de um aumento da valorização dos serviços oferecidos com os produtos vendidos está forçando os fabricantes a encontrar novos tipos de parceiros que não vêm do mundo da indústria.

ESTRATÉGIa E INOVAÇÃo

O consumidor “finalmente” no centro da empresa

Novas formas de comportamento e práticas do cliente estão fazendo com que ele passe a dar as cartas novamente dentro da empresa. Essa última deve agora prepara-se para atender a crescente demanda por rapidez e expertise. A palavra de ordem agora é a personalização do serviço em todas as fases do ciclo de relacionamento com o cliente e em todos os canais de contato... apenas quando o cliente quiser. "O que realmente acontece é mais importante do que o que foi planejado": por isso que necessidade essencial por agilidade está fazendo a empresa trazer todos os seus departamentos em conjunto para oferecer a melhor experiência do cliente, desde a gerenciamento do cliente até o processamento de faturas, reclamações, etc .

TRANSFORMAÇÃo DIGITAL